Link 2

Preço do leite ao produtor subiu 13% de junho para julho

Mensalmente, o Centro de Inteligência do Leite atualiza os principais indicadores do setor de leite e derivados.

Confira no boletim de agosto de 2016 que o preço do leite ao produtor subiu 13% de junho para julho. A maior alta foi observada no Paraná, com elevação de 16,8%. Em relação a julho/2015 o preço médio do Brasil está cerca de 41% acima.

O índice de captação de leite apresentou ligeira recuperação em junho após seis meses consecutivos de queda, de acordo com o Cepea. No entanto, o volume ainda está 12% abaixo do observado em junho de 2015.

A relação de troca entre leite e ração melhorou em julho, contudo mantém-se 6,3% abaixo de julho de 2015, devido a forte alta nos preços do milho.

Os preços de produtos lácteos ao consumidor seguem em elevação. A principal alta entre junho e julho foi do UHT, que subiu 17,6%.

As exportações de produtos lácteos recuaram 33%, em valor, nos sete primeiros meses do ano em relação ao mesmo período de 2015. Por outro lado, as importações subiram 31%. O déficit da balança comercial de leite e derivados continua em elevção, atingindo 229,7 milhões de dólares até julho.

 

Publicado em 11/08/2016
 

Custos de produção crescem 0,87% em julho

Os custos de produção de leite continuam registrando tendência de elevação. Em julho, produzir leite ficou 0,87% mais caro, de acordo com o Índice de Custos de Produção de Leite – ICPLeite/Embrapa.

Confira na publicação as variações do mês, do semestre e acumulada de 12 meses dos grupos que compõem o ICPLeite/Embrapa. 

Publicado em 03/08/2016
 

Confira a edição de julho do Indicadores Agrícolas

Confira na última edição dos "Indicadores Agrícolas" informações sobre previsão de safra de grãos, venda de insumos, exportações do agronegócio, balanço de oferta e demanda de alimentos e preços agrícolas.

Publicado em 22/07/2016  
 

Panorama do Leite de junho destaca o cenário dos primeiros meses de 2016

A nota de conjuntura do setor lácteo do Panorama do Leite de junho destaca o cenário dos primeiros meses de 2016, marcado por déficit da balança comercial de lácteos e redução da captação.

Porém, os especialistas sugerem expectativas positivas para o segundo semestre do ano: ligeira recuperação da confiança na economia brasileira, elevação dos preços do leite ao produtor e provável redução dos custos de insumos.

O Panorama traz uma análise de três fazendas típicas de produção de leite do Paraná e mostra como os níveis tecnológicos têm impacto na produtividade dos fatores de produção e na rentabilidade.

Você também vai ter acesso a orientações importantes sobre a gestão das áreas dos piquetes no pastejo rotacionado, conhecendo vantagens e desvantagens de diferentes períodos de ocupação.

O enorme potencial para a aplicação das geotecnologias na agricultura é outro tema de destaque dessa edição do Panorama. O uso de informações de inteligência territorial é uma estratégia adequada para auxiliar em tomada de decisões voltadas para implementação de políticas públicas em larga escala.

Publicado em 07/07/2016